ImageShack A triste constatação que farei agora é necessária e verídica: as pessoas morrem nas raves desde que elas existem. Assim como pessoas que vão pra guerra e morrem, pessoas que estão tomando banho no chuveiro e morrem, pessoas que estão no campo de futebol e são atingidas por um raio… Na bem da verdade, não existe um lugar certo pra morrer. E com toda certeza, na rave as pessoas também morrem. O lado ruim é que são perdas irreparáveis, são nossos entes queridos deixando esse plano astral e partindo para um outro lugar. O lado bom (se é que podemos dizer isso) é que muito provavelmente cada pessoa que nos deixa em uma rave tem sua própria parcela de culpa no acontecimento. Explicaremos a afirmação em breve.

Eu já frequentei muitas raves. Conheço pessoas que gostam de raves. E sei que basicamente isso poderia ser um medidor de chance de morte, segundo o que consta nos jornais atualmente. Afinal, basta estar em uma festa que tudo pode acontecer, certo? ERRADO!

Explicando, basta pensar na seguinte hipótese: estamos em uma sala, fechada. Existe uma mesa de jantar num canto dela, com algumas armas. Do outro lado existem algumas plantas, e num terceiro canto existe um tocador mp3. Você pode se movimentar livremente por dentro dessa sala, e muito provavelmente tudo o que fizer será notado pelos outros ali, a não ser que você seja discreto. Imagine, hipoteticamente, que existem junto com você outras 20 pessoas. Sabe qual a porcentagem de pessoas que farão o que você pode estar pensando? Pela minha pouca experiência, tentarei resumir em porcentagem:

· 50% das pessoas estão ali para ouvir música, então se dirigem ao canto do mp3 player e ficam ali nas proximidades;
· 25% das pessoas passeiam pela sala toda, inclusive na mesa de armas. Pouco mais de 20% chegam inclusive a manusear algumas delas, voltando pra casa ao final da jornada apenas cansadas pelo excesso de dança;
· 12% das pessoas acham natural a curiosidade e acabam tentando atirar com as armas. 7% delas o fazem em direção às outras pessoas da festa, sem surtir o efeito necessário. 1% das pessoas o fazem contra si próprias, e 0,5% das pessoas acabam saindo com escoriações;
· 0,12% chegam aos finalmente e acabam falecendo dentro da sala, por terem atirado contra si próprias;

Ok, partindo dessa hipótese podemos começar a perceber que nenhuma das pessoas, por exemplo, empunha uma arma contra outras pessoas. Podemos perceber também que em momento algum alguma das pessoas chega a cogitar a idéia de forçar outras pessoas a empunharem a arma também. Se é assim que eu enxergo a coisa, como vou acreditar que a culpa das mortes nas raves são de terceiros, quando na verdade quem acaba atentando contra a própria vida geralmente é a pessoa que morreu? Assim como outras coisas, o corpo humano tem um limite. E é preciso percebê-lo antes que se ultrapasse a fronteira. É simples assim.

ImageShack
Cartelas de LSD

Sabe como evitar morte nas raves? Não use drogas. Quer usar drogas? Bom, ai é particular de cada um, ninguém pode e/ou deve dizer o que você pode ou não pode fazer da sua vida. Mas fica caracterizado que a escolha foi totalmente pessoal e não se deve responsabilizar ninguém mais do que a própria pessoa. Agora, se as raves são um ambiente propício para o uso de drogas, se existem mesmo muitas drogas em raves ou outras questões, isso fica para um próximo post. A dica que fica é: quer mesmo usar drogas? ANTES DE TUDO: Conheça a droga em questão, descubra os efeitos, descubra quanto é necessário pra obter o estado psicológico que você procura e o que fazer se algo der errado. E se os seus pais não acham bom você ir numa rave, bom… é melhor obedece-los, para que eles não precisem aparecer na TV depois com uma puta dor e tendo que fazer papel de enganado. Nada pode ser pior do que você morrer enquanto seus pais confiavam em você e depois da sua morte você ter sua credibilidade afetada. Mas, afinal de contas, você vai estar morto mesmo né? Num precisa ser sincero mais. ;)

Em breve, vai rolar um top 5 “músicas que DEVEM ser tocadas na sua festa”.


Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 2 de maio de 2008 às 12:59 e arquivada na(s) categoria(s) Divagação, Hypes, Polêmica. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



8 Comentários ;) para “Porque as pessoas morrem nas raves?”

  1. Ivo Neuman on maio 3rd, 2008 at 0:12

    Achei a linha de raciocínio dos percentuais muito complexa pro meu cérebro danificado. Mas dei muito valor ao último parágrafo.

    Hipocrisia é uma merda. E reitero sua opinião com uma máxima que emprego como lema: “passarinho que come pedra sabe o fiofó que tem”.

    O foda é que é muito difícil ver alguém com o grau de consciência necessário para buscar informações técnicas sobre as drogas que consome.

    Ainda bem que tenho por hábito ser uma exceção.

    Paz do Senhor!

  2. Jaqueline Amorim on maio 7th, 2008 at 6:08

    Sou radicalmente contra o uso de qualquer tipo de drogas, evito até usar remédios( uso-os apenas quando não tem outro jeito). O único tipo de droga que consumi e, hoje, não consumo mais é o álcool. Atualmente vou em festas e raves e saio completamente zen. Esse zen não é de drogada não e sim de completamente em paz comigo e com minha saúde. A morte não é o fim de tudo e tudo o que você faz e que vai contra a sua vida ou a diminui é suicídio. Perante a lei Divina, o suicídio não tem perdão. Excelente artigo! Boa semana para você! :)

  3. Mario Sun on maio 15th, 2008 at 7:33

    Rave é uma merda, além de ser tão….2004

  4. San on agosto 21st, 2008 at 20:59

    As Pessoas Morrem? Sim ou não?
    Podem matar seus corpos, mais suas almas viverão eternamente!
    Passaremos apenas uma vez aqui, mais viveremos eternamente!
    Céu ou Inferno!? quem vai pagar pra ver, falam que é bobagem, e não tem como explicar por suas teorias metafóricas, de onde vinhamos e pra onde vamos, a vida não é uma Inercia, mais Sim um voce decide!escolha então O Caminho, a Verdade e a Vida, que esta em Cristo!Pense quetinho, não precisa falar Nada, Apenas Reflita a Loucura que se pode acontecer, se tudo for verdade e tudo se completar, voce decide!
    Valeu Galera!Que a Luz esteje com voces!

  5. aline rea on setembro 4th, 2008 at 10:52

    As vazes nem tudo é do jeito que agente acha que tem q ser.os meus pais são totalmente contra as festas,mais eu tenho uma paixão muito grande pela musica eletronica,eu entendo a preocupação deles,mas quanto a DROGAS eles podem fik despreocupados pq eu sou “geração saude”naum gosto dessas coisas,tomo sim uma “catuaba”bebida tipica da festas,um energetico pra sustentar,mais nada de drogas!!!quando vc usa muitas vezes acaba acontecendo o pior:as vezes vc ta com a galera,vc acaba dando trabalho,pros amigos,peocupando a todos,acaba fikandu chao né!
    “nossa music naum tem letras,mais só que ama pra descrever o quanto é bom”amo muito tudo issso…

  6. Laís on setembro 27th, 2008 at 10:47

    Simplesmente fantástico esse post.
    A forma como aborda o tema que a mídia banalizou, e que as pessoas antes de entender criticam foi maravilhoso!

    Também freqüento muitas raves, e o fato é que depois que a mídia se apoderou das raves para fazer delas uma coisa mal vista, elas com certeza perderam suas essências! E hoje vemos muitas pessoas que não freqüentavam as festas indo para vender ou se drogar.

    Acho mais do que certo você ter citado que cada um é responsável pela escolha que faz.
    E que é óbvio que há drogas em todos os lugares, mas o que propicia a rave ser um lugar onde todos querem ir para se drogar é o fato de se sentir livre e da música te envolver.

    Porém não acho necessário o consumo delas e com certeza acho difícil hoje em dia encontrar alguém que vá só pela música.
    Infelizmente nossas festas estão em extinção!!

    Adorei o Post!!

    Beijão

  7. bhia on maio 4th, 2009 at 19:16

    assim, eu sou a favor das ravess,,,cada um tem sua cabeça..naum é pq eu amigo seu ta fazendu alguma coisa de errado ,ex:drogas. q vc vai fazer tbm….
    cada um sabe oq é melhor para ele próprio..

    bjoo

  8. crcrazy on março 13th, 2014 at 11:39

    galera eu de vez em quando tomo uns doce mas eu sei que não vou morrer pq é questãode dosage só que eu sei que vou pagar em espirito mas importante que não robo nem zou niguem e só caio na porrada no ultimo caso só que eu recomendo todos nos fazermos o que pensamos mas lembre que tem um deus nos olhanu e se voce se arrepender vá até ele que ele te ama irmaos

Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;