É sabido que qualquer torcedor de futebol tem um time do coração. Muitos, no Brasil, escolhem o corinthians. É um sentimento complexo, um misto de amor e ódio, algo que raramente consegue ser explicado com palavras. Porém, algo que pode ser transcrito é uma resposta à quem critica a instituição. O Poderoso Timão é algo que não pode ser explicado, e dificilmente alguém que não tenha sentido tal emoção entenderia.

Assim como um time do coração, cada torcida tem ídolos. São atletas que em determinado momento de sua carreira mostraram afinidade e união, deram raça e conquistaram seu lugar junto a um seleto grupo de nomes, serão lembrados para sempre. Infelizmente, alguns desses atletas, com o passar do tempo, parecem se esquecer da importância dos momentos vividos e de toda a glória, quando passam a, de alguma forma, criticar o que para o torcedor é o mais sagrado: a instituição. O personagem da vez é Marcelinho Carioca, ex jogador do Corinthians, que deixou na fiel torcida um gosto amargo. Ao ser questionado sobre os títulos conquistados pelo Corinthians (No caso, o Mundial no ano 2000 e o Campeonato Brasileiro de 2005), Marcelinho reagiu de forma bastante desrespeitosa em relação ao Corinthians, minimizando a trajetória do título Mundial e desmerecendo a conquista legítima (até o presente momento) do Campeonato Brasileiro. A publicação de comentários do jogador no Lance receberá uma carta-resposta, que provavelmente será publicada no Lance!, e que segue na íntegra abaixo:

——

Uma bofetada na cara da Fiel

Prezado Marcelo,

Alguns homens entram para o panteão da glória das instituições por seus feitos;
outros, pelo que dizem. Alguns, pelos dois motivos.

É certo que a imensa nação corinthiana reconhece a contribuição do atleta
Marcelinho Carioca em diversas conquistas históricas. São nada mais que dez
títulos nos quais tiveste participação fundamental.

Também se reconhece que nem sempre o clube tem tratado adequadamente
de seus ídolos. Entristece o corinthiano saber do que se passou com Basílio e
Wladimir, entre outros heróis da família alvinegra.

O corinthiano que acompanha a trajetória de nosso “onze”, fiel na vitória e na
derrota, tem eterna gratidão por suas demonstrações de talento e valentia
dentro das quatro linhas.

Essas virtudes, entretanto, não o credenciam a mangar de nossas tradições
e a exceder-se no ressentimento. Suas declarações ao jornal Lance desta
quarta-feira, 28 de Novembro de 2.007, constituem-se numa verdadeira
antologia de estultices, verdadeiro insulto à nação que te acolheu e mimou.

Desvalorizar um torneio da FIFA, do qual participaram as melhores esquadras
do mundo, é espantoso. Ao contrário da disputa Intercontinental, o certame
opôs os grandes de cada continente. E o Brasil esteve representado
legitimamente por seu campeão nacional.

No caso de 2.005, sabe-se qual era o melhor time do Campeonato Brasileiro.
E aqueles de olhos abertos sabem que as arbitragens o prejudicaram
inúmeras vezes, ao passo que o Internacional ganhou dos árbitros toda
a complacência. Basta que revejas o gol em impedimento do Goiás, na
última pugna.

Ao cuspir no prato em que comeste, Marcelo, entras para a galeria dos que
traíram seu próprio povo e dos que destilaram pela boca o veneno do
rancor e do desprezo.

Fizeste o jogo da imprensa pusilânime e cheia de iniqüidade à qual
aparentemente procura agregar-se.

Obrigado por tudo. Mas será que a Fiel lhe dará a outra face?

Giulio Calábria”
(Retirada da comunidade do Corinthians, no Orkut)

E agora, será que Marcelinho Carioca vai querer dizer algo mais, depois disso? Aquela relação de amor e ódio que eu citei, no começo do texto, tem muita valia nesse instante, e você esta na linha tênue que separa ambos. Creio que o momento seja de retirar o que disse e tratar de forma mais respeitosa ambos os títulos, ou então insistir nas afirmações e ai sim, com certeza, ser retirado da galeria de ídolos do Corinthians, mesmo que em grande parte de conquistas do time, você estivesse presente. O despreso nesse caso lhe cairia muito bem.

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 28 de novembro de 2007 às 21:50 e arquivada na(s) categoria(s) Corinthians. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



Opa, ja temos 1 para “Marcelinho Carioca e sua crítica!”

  1.   Papo de Arquibancada: Marcelinho Carioca seria bom HOJE pro Corinthians? » Vamos subir Timão! on julho 15th, 2008 at 15:22

    […] de idas e vindas, títulos e despedidas, ser vilão e ser herói, a pauta essa semana novamente foi Marcelinho Carioca. O gol dele, marcado pelo Santo […]

Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;