Festa InfinitaEnfim, terminei de ler o livro Festa Infinita, o entorpecente mundo das raves. E preciso confessar que nas primeiras 20 páginas dele eu achei que leria algo sensacionalista. Mas com a continuação da leitura, pude perceber algo que não há como ir contra: as experiências são baseadas na vivência de todo o ambiente que cerca a cena e em tudo aquilo que se pode ver, ler e sentir estando próximo o suficiente e antenado para com os detalhes, e portanto, chegaria bastante próximo da realidade. Ao menos da realidade brasileira sobre o tema. Ter percebido que o autor – Tomás Chiaverini – resolveu participar de perto das festas ja garante no mínimo que aquelas lendas e boatos que se houve por aqui e por ali estariam definitivamente fora do texto, e isso ficou comprovado ao terminar a leitura. Embora eu tenha uma visão um pouco mais ‘romântica’ em relação a tudo que gira em torno de uma rave, o livro não me decepcionou. Entrevistas, bastidores, experiências e dados sobre o início da coisa toda garantem ainda um prato cheio para aqueles que, da mesma forma que eu, gostam bastante de tudo o que envolve esse mundo paralelo.  Se você gosta do assunto ou quer descobrir mais sobre esse universo, esse livro sem dúvidas foi escrito para você. Recomendo a leitura. Sem dúvidas, depois dessa leitura, posso dizer: to motivado para voltar a falar sobre a cena sob a perspectiva mais romântica que possuo, onde os detalhes não importam muito e o que vale é você viver uma experiência plena. Qualquer hora apareço aqui e volto a falar sobre isso, por agora fica a recomendação e a certeza de que quem se aventurar nessas páginas não irá se arrepender.

Fica a dica. 

Festa Infinita – O entorpecente mundo das raves
Autor: Tomás Chiaverini
Editora: Ediouro

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 22 de abril de 2009 às 3:31 e arquivada na(s) categoria(s) Publicidade. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;