Dos que tem voz na blogsfera, li relatos parecidos. Ao pensar igual a eles, posso então automaticamente me “enquadrar” na categoria “Usura Não!”, por entender, entre outras coisas, que o dono da obra (imagem, vídeo, áudio ou algo que o valha) merece irrestrita e automaticamente a citação, quando exposta a obra de sua autoria. É simples.
Você fez? Aqui vai seu nome.
A briga com o kibe (sem duplo sentido) é longa, rasteira e, até onde eu percebo, será eterna. Ele tem aparentemente uma política editorial que restringe a possibilidade de posicionar um link* abaixo de uma criação externa. Mesmo que seja evidente, mesmo que seja indispensável.

Nota: Obviamente, isso não vale para posts patrocinados, que até onde vejo, não contam com a devida explicação, vide campanha do Dinheirama.

Quando criei, meses atrás, o verbete Antônio Tabet na desciclopedia, eu sabia que estava apenas fazendo uma piada. Haja visto que todos os verbetes são deturpados e irônicos. Mas com essa atitude, eu começava, da minha forma, a engrossar a lista das pessoas que estão descontentes (eternamente) com a atitude de Tabet de continuar dessa forma. Mr. Manson, Ivo Neuman, muitos outros fornecem argumentos públicos sobre o apresentado aqui. Hoje ele já esta alterado da forma original, foi acrescentando vários caracteres, assim como o banner da Usura Não!.

Picuinhas fora, o que me deixa infeliz, e com razão, é ver a comemoração indecente do Tabet ao ser citado na revista Veja. Tendo em vista a audiência dele, em números, é fácil perceber que ele está mais próximo de algo assim do que o próprio autor da piada. Aliás, essa foi uma piada pronta, praticamente. A coincidência de datas e eventos contribuiu para isso. Mas sempre fico me perguntando: até quando (e onde) isso vai? Conseguiria a blogsfera, num movimento sério e coordenado, desmascarar o amigo Tabet, ou ao menos fazê-lo entregar as fontes sensacionais que lhe trazem retorno no seu próspero negócio? Conseguiríamos uma citação na revista Veja, falando que ao mesmo tempo que produzimos Tabet`s que fornecem gargalhadas, produzimos justiça e validade de direito autoral?

Reflita e me diga você, o que é o que pode ser feito, efetivamente.
Desejo sucesso ao Tabet e aos citados aqui, blogs tendem a crescer e todos os grandes devem apenas melhorar. O que quero é justamente isso, uma melhora no nível dos blogs, sem apropriações indevidas, sem falta de respeito, com citação de autores de obras e tudo o que for de bom tom para a continuação da brincadeira.

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 18 de dezembro de 2007 às 5:10 e arquivada na(s) categoria(s) Blogsfera, Divagação. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;