Jornal Placar - Ataque de risosPreciso começar confessando uma informação: eu nunca tive a oportunidade / vontade / chance de ler o jornal Placar. Sabem como é, em time que está vencendo a gente não precisa mexer. Poderia citar o Lance! como boa fonte de notícias, mas tento comparar o que leio em diversas fontes para formar uma opinião. Passada a informação, continuo. No dia 27 de novembro, a edição do jornal Placar (que aparece aqui ao lado) foi as bancas tratando a contratação do Ronaldo Fenômeno como piada. Obviamente, tanto na época que isso aconteceu quanto agora as pessoas em sua maioria sequer tiveram acesso ao tal jornal, quem dirá de se revoltarem com o que estava ali, escrito de forma medíocre. O fato é no dia de ontem o mesmo jornal Placar, através de seu site, publicou uma pseudo-nota de desculpas por entender que era necessário. E digo pseudo-nota porque as desculpas mesmo, em alto e bom som, não foram ditas. O que ficou claro no epsódio é que, sem dúvidas, o jornal não deve ser confiável. Se com um erro fenomenal como esse, que foi corrigido usando o mesmo tom irônico (piada pra cá, piada pra lá) o jornal não teve culhão para se desculpar publicamente com a segunda maior torcida do Brasil, com o Corinthians, com o jogador Ronaldo Fenômeno e com os demais envolvidos no lance, mesmo sabendo que devem o tal pedido de desculpas oficial, então é sinal que muito provavelmente eles podem “escolher as verdades” que resolvem publicar. Ou podem apenas se esconder atrás de piadas para omitir informações. Ou quem sabe usam o pseudo-humor para semear boatos. Quem garante que não?

Concordo que o futebol nos últimos tempos tem sido uma coisa muito chata. Você é encorajado a não brincar com os torcedores de outros times, você é encorajado a torcer no seu canto. Isso tudo em um esporte que é conhecido justamente pelas brincadeiras. As piadas são uma parte tão importante do futebol que achar que elas não devem fazer parte do contexto é no mínimo bizarro. Porém, um jornal que está disposto a informar de forma imparcial não deve entrar nesse tipo de situação. A formalidade do veículo, pelo menos do meu modo de vista, não permite tamanha flexibilidade. O bom humor, esse sim deveria ser explorado. Mas nunca usar o bom humor para denegrir a imagem de um clube, de um profissional, de um torcedor. Um veículo da imprensa deve fazer o que esperamos dele: informar. Informar bem já não é algo que esperamos de todos os veículos de imprensa, mas esperamos que cada um deles faça o seu dever de casa e nos traga informações. É nisso que estamos interessados. Caso tenham dúvidas, eu posso afirmar que as piadas rolam naturalmente.

Certamente, se não fosse a polêmica em torno do assunto aliada a internet, que faz a propagação das informações se tornarem muito mais rápidas e dinâmicas, eu jamais saberia de tal edição desse jornal, tampouco saberia da retratação. Que ao menos isso sirva de lição para os responsáveis, para que de uma forma ou de outra pensem um pouquinho melhor quando acharem que a veia humorística daquele jornalista está saltada demais ou que eles podem simplesmente desrespeitar uma nação como a nossa. E se no primeiro parágrafo eu disse que jamais tive chance, oportunidade ou vontade de ler tal jornal, pode acreditar que continuo tendo essa mesma opinião, esperando apenas que o não surgimento da oportunidade e/ou vontade continue ocorrendo.

Jornal Placar, apenas continue o bom trabalho. E deixe as piadas para o torcedor. Nós e outras torcidas Brasil afora agradecemos.

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 10 de dezembro de 2008 às 11:37 e arquivada na(s) categoria(s) Polêmica. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



3 Comentários ;) para “Carta Aberta: As piadas do jornalismo esportivo!”

  1. Leonardo R. on dezembro 12th, 2008 at 6:02

    me falaram que os travecos de são paulo se empolgaram com a contratação…

  2. Nayara on dezembro 17th, 2008 at 8:35

    Canso de falar que esse tipo de jornalismo (milton neves style) mais gera violência entre torcidas do que brincadeiras, mas parece que os caras pagam pra ver. Agora tão lá, sofrendo com xingamentos e ameaças, fora a credibilidade jogada no lixo. Não mereciam menos também.

  3. Mariana Grosser on junho 20th, 2009 at 2:57

    Achei um ótimo título. Sacada genial. Não achei desrespeitoso. Há uma referência possível preferencial, que é ao fato de os dois atacantes terem características odontológicas destacadas… enfim, se nem numa matéria sobre futebol (entretenimento) se puder fazer uma brincadeira dessas, para o mundo que eu quero descer.

Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;