* Título meramente ilustrativo.

3 relatos resgatados em algum fórum, que já não possuo mais o link. Qualquer semelhança com a realidade pode não ser apenas mera coincidência.

1 – Amigos, hoje lembrei de um fato de extrema inutilidade, que pode ser divulgado somente entre os membros dessa seleta lista.

Certa vez, tinha a disposição uma quantidade de entorpecentes. Eram duas metades de uma Dont Stop honestinha, que sobraram na minha mão. Com isso em mãos, decidi que iria pra casa e ficaria no videogame, interagindo com o som que saia do pc. Quando o domingo de manhã chegou, começou o Esporte Espetacular. E com ele, a gatíssima Cris Dias (@crisdiass) surgiu no monitor da TV 14 polegadas. Amigos, eu já amei uma vez, me apaixonei diversas outras e fiquei bastante empolgado um sem-número de vezes, mas o que eu vivi naquele dia nunca vi igual.

A cada aparição da moça, eu VIBRAVA. Era mais que amor, paixão ou tesão, era ENERGIA PURA. Por isso, sigo recomendando o uso de entorpecentes a quem queira.

True Story.

2 – Eu iniciei um brother roqueiro esses temos atras no agito. Levei o rapaz no XXX* (Nome omitido, por razões óbvias) ver Vibe Tribe, Timelock, X-Noize, Weekend Heroes e associados. Ele é bem cético e não é facil impressiona-lo (o apelido do cara é MACONHA, os pais ja foram chamados na facul por pura delação do coordenador do curso, o cara vem de uma familia rica mas prefere andar com as proprias pernas… e pans.). Muito bem, chegando lá ele ja se agradou com o som, a acustica de lá é a melhor de indoor que já pude sentir. Dando inicio aos ritos subi no fumódromo, bolsa de valores das dorgas la e conversamos numa real honestíssima com um fornecedor, estudante de enfermagem que custeava os estudos vendendo as paradas la de sexta feira. Lucro? Cerca de 3.500 POR SEXTA. O que mais rende e o que ele mais vende é lança (loló que a galera cheira na lata vazia), compra um litro por 100 reais, faz 100 doses de 10ml vendidas a 10 reais cada…

Bom, compramos uma love e uma orbital roxa… e pomos meia de cada pra dentro… eu fiquei na vibe boa, musica fazendo TODO o sentido do mundo, X-Noize acabando com o que tinha na frente… e o cara mergulhado na mais pura SEROTONINA. O que eu não esperava é que o cara tava se esfregando EM TODO MUNDO E TODO MUNDO NO CARA, manja aquela loucura forte de frente da caixa direita a hora que a festa ta pegando fogo? É, desse jeito. Passei por isso uma vez só de colar nos subs, foi na primeira vez que fui la… ô lugar benssoado jesus igreja cavaldipal!

Bom, pesquei o cara de la pra hidrata-lo e tomar um ar. Ele ve uma mina passando e ele se tornou parte da aura dela. Segundo ele a paudurescencia era digna de viagra, ele nao conseguia se controlar… eahuaehueahaehaeu

Foi foda.

Depois encontrei gente de quem eu nao lembrava que eram GRANDES amigos, um casal gente fina demais que nos drogou ainda mais.
Its SUPER EFFECTIVE!!!

3 – Uma lombra inesquecivel foi a da TRIBE 8, a qual eu, de bolso vazio e nada na meia (o segurança nem me olhou direito, ja o Jorge* teve uma massagem nos pés free) resolvi comprar as paradas de alta periculosidade la dentro. Enquanto KRUNCH DANÇAVA CATIRA nos nossos cerebelos adiquirí em carater emeregencial na frente da caixa direita unidades de um composto que julguei porcaria chamado Snoppy Azul.

Feito isso, realizamos a celebração durante o inicio da celebração assim que os senhores do Sesto Sento iniciaram seus trabalhos. Eu nem sei o que falar, a lombra caiu feito um véu quando tocou Lift Me Up… aquela voz do inicio arrepiou até a sola do meu calcanhar. Jorge* estava se escorando na grade e eu não estava entendendo o porque. Amigos… a unidade foi feita pra matar mesmo, só os fortes sobrevivem. Eu precisei me retirar assim que acabou o live do Sesto e procurar o Chillas porque minha medula não respondia mais ao que eu comandava. Alias, eu nem comandava mais nada.

Sentei no chilas pra comer uma graminha feito cachorro esperando que passasse. Lugar abençoado DEMAIS, com flores, frutas e incenso. Mas não me recuperei e tive que voltar com o Jorge* pro hotel em Itu, pra tomar um banho de tênis com barro até na nuca. Dormi não sei como, Neuman ficou acordado assistindo Medo e Delirio em Las Vegas.

Outro fator relevante é a ressaca (depre) no after… eu dificilmente tenho. Sinto, mas não chega a ser pesada. A mais pesada que eu tive foi com a Charada Verde. Não sei se por influenciado por opiniões alheias tive pesadelos fortes (ser picado por cobras, perseguido, etc.) e uma depre moderada. Nas demais, nada.

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 14 de março de 2011 às 23:57 e arquivada na(s) categoria(s) Publicidade. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



Opa, ja temos 1 para “Breve relato sobre festas rave*”

  1. Rafael R on março 15th, 2011 at 2:58

    Breve relato sobre festas rave* http://goo.gl/fb/KmAoE

Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;