Alguns sabem, outros desconhecem, então vou tentar ser o mais completo possível nesse post no que diz respeito as minhas experiências e aprendizados. E pra começar a conversa, preciso dizer que ainda não ‘testei a sorte*‘ no Poker como queria ter feito, mas talvez isso seja uma questão de tempo. Quem sabe num futuro próximo alguns de vocês acompanhem um futuro sucesso do esporte e lembrem de ter lido sobre isso em algum canto da internet tempos atrás.

* Testar a sorte, dentro do contexto ali, quer dizer tentar ser lucrativo. Se você conhece o poker atual, sabe que ele tem muito menos a ver com a sorte hoje em dia, e quesitos como habilidade e frieza psicológica se mostram mais importantes para quem quer vencer.

* Poker vicia, cuidado menino!

Bom, começando pela mais básica das afirmações, essa eu ouvi diversas vezes quando tentava mostrar pra pessoas próximas (incluindo alguns da família e uma affair que acabou por desistir de tentar algo comigo por conta desse medo) o que é o poker na minha concepção. Não descarto a possibilidade de que diversas pessoas que se envolvam com isso acabem por ficarem ‘viciadas’ no jogo. Talvez eu iria além, as pessoas ficam viciadas em apostar, em achar que podem mudar a vida através da sorte, mas nós já sabemos que isso não acontece o tempo todo. Existem casos, sim, de pessoas que tiraram a sorte grande na vida e acabaram muito ricas sem qualquer custo, mas isso não vai acontecer com você no poker.

No mais, sabe quem fica viciado nas coisas? Pessoas FRACAS. A partir do momento que você descobre algo novo, bom e que te faz bem, você precisa aprender o máximo que puder sobre isso. No poker é assim, você descobre, gosta, começa a estudar, começa a ter resultados e segue em diante. Não tem mágica. Não tem sorte. Tem esforço, dedicação e estudo. Eu to a pouco mais de 1 ano estudando, lendo, testando, tentando controlar a mente numa hora mais complicada da partida, e mesmo assim ainda não consegui chegar onde sei que posso. Vou precisar me dedicar mais, se eu quiser fazer isso. Isso não quer dizer que eu estou viciado no jogo, viciado nas apostas, viciado nos resultados. Eu encaro como um hobby, hoje.

Acompanho alguns amigos que estão começando a se dar bem depois de investirem tempo e disposição pra aprender o jogo, tenho um novo brother que apresenta o único programa diário sobre poker do mundo, acompanho alguns dos maiores jogadores brasileiros e mundiais do esporte e noto que entre eles existe algo similar: todos se esforçam, se dedicam. Agora, não vai pegar o dinheiro da conta de luz e jogar poker, porque além de você ter a possibilidade de perder, você vai ser pra sempre o cara que eu considero IDIOTA, e outros além de mim irão pensar da mesma forma. Existe uma maneira certa e várias erradas de encarar o poker, qual é a sua?

* E esses negócios de dinheiro online ai, os caras pagam mesmo?

Questão simples, ouvi muito também. Jogar online tem diversas vantagens e algumas desvantagens, mas vamos nos focar no quesito pagamento. Como nunca fiz sequer um depósito até hoje, não tenho como afirmar completamente quais são os trâmites pra receber o dinheiro que você ganhou no site online. Porém, para os brasileiros, existe um serviço que faz a compra de dóllares de alguns sites de poker e deposita o dinheiro pra você, direto na sua conta no banco. Tudo bastante simples, completamente de confiança, sem dores de cabeça. Um dos sites de confiança que você pode fazer a venda é o Fichas Online. O valor mínimo de compra deles é de $ 500 dóllares e os preços oferecidos são justos.

E assim como qualquer coisa na internet, existem sites confiáveis e aqueles que não devemos dar atenção. Se você está procurando um lugar seguro, confiável e bom pra jogar, saiba que existem pelo menos 2 sites grandes e uns 3 ou 4 menores em proporção mas que são tão confiáveis quanto os demais. Na minha lista, entram Poker Stars e Full Tilt, além de Everest Poker, Party Poker, Poker4Green e um brasileiro que vem crescendo que é o Copacabana Poker. Cada um deles tem seu próprio sistema financeiro e suas particularidades, basta apenas que você acesse e descubra como cada um deles faz o pagamento a seus membros.

* Ah, com par de A na mesa final até eu, né!

Os eventos transmitidos na TV são fascinantes, pois poucas vezes um torneio grande é transmitido na íntegra. Então, pro cara que saiu com par de A na mesa final ter tido essa possibilidade, ele teve que enfrentar diversos outros jogadores e ter feito bem o seu trabalho. Do contrário, ele não estaria naquela mesa final, certo? O lance é que ver alguém vencer uma mão com par de A é legal, tem seu mérito e acontece, mas mais bacana ainda é ver que tipo de estratégias os jogadores usam para conseguirem vencer mãos com outras cartas menos importantes.

É ai que entra o estudo. Hoje no mercado existem diversos livros, sites e vídeos que podem ser consultados por quem deseja aprender mais sobre o jogo. Eu já li 3 livros (dois deles com mais de 500 páginas cada) e vi milhares de vídeos (muitos deles na TV Poker Pro, onde o brother @chapazapata tem seu programa diário) e sinto que ainda preciso aprender muito mais. Já acompanhei sessões de amigos e pretendo fazer isso outras vezes, sempre que tiver possibilidade, pra conseguir perceber algumas técnicas e macetes usados por esses jogadores.

* Se disse ai que nunca fez depósito. Como se consegue jogar?

Alguns sites de poker fazem os chamados “freerolls”, que são torneios que você não paga nada pra disputar e concorre a prêmios em dinheiro. Geralmente, isso é feito para que os jogadores iniciantes e aqueles que preferem não depositar nada consigam entender o que é jogar por um prêmio de verdade, parte da estratégia possivelmente de ter mais jogadores jogando a dinheiro real em seus sites. No que eu considero meu melhor resultado até hoje no poker, eu comecei um torneio disputando contra 35 mil pessoas e acabei em terceiro, faturando a justa quantia de 120 dóllares. Ainda me faltava um pouco de experiência em administração de bank roll e minimização de perdas em períodos de Tilt, então acabei não conseguindo evoluir dessa quantia para uma maior, mas ainda to nas pistas pra negócio.

O fato é que é possível começar uma carreira de sucesso no poker sem precisar sequer colocar 1 centavo nisso. O maior problema é que nesses torneios o nível dos jogadores é muito baixo e você simplesmente não consegue entender como alguns deles pagam as suas investidas com mãos que não teriam muitas chances contra a sua naquele estágio do jogo, e que por sorte completa e absoluta deles vira a mão vencedora após todas as cartas virarem na mesa. Evidente, faz parte do poker perder com uma mão boa para uma mão um pouco pior, mas nesse tipo de torneio isso acaba acontecendo com mais frequência. É complicado você ficar disputando a sua sorte contra a sorte do(s) seu(s) adversário(s) o tempo todo, uma hora ele(s) será(ão) favorecido(s).

Hoje em dia, estou começando (pela terceira vez, ok) a administrar meu bank roll e pretendo ser mais disciplinado e responsável com ele, provando a mim mesmo que eu consigo fazer isso após ter aprendido os conceitos certos. Agora é ver no que vai dar.

* Ah, mas poker é sorte vai!

Essa questão eu nem costumo responder, já que tem muita gente mundo afora respondendo-a. Mas só pra não passar batido, pense no seguinte: Quanta sorte tem alguns profissionais, por estarem SEMPRE chegando aos prêmios em muitos dos torneios que participam? Quanta sorte tem envolvida num jogo de futebol, por exemplo, onde um lateral sobe com a bola dominada, cruza pra área, a bola muda de direção e vai pro gol? Quanta sorte tem envolvida num jogo de tênis, onde após uma tacada péssima de um jogador, a bola acaba por bater na rede, passa por cima dela e cai no piso do adversário, não deixando chance pra ele rebater?

O grande lance é: No poker, a sorte pode mudar o rumo das coisas. Cabe a você saber quando a sorte de outro jogador não significará você sair do torneio naquele determinado momento, deixando para uma hora mais oportuna pra você apostar suas fichas e ficar numa melhor.

– – –

Essas são algumas impressões que eu tenho. Em breve, vou dar continuidade nessa série.
Fiquem ligadinhos ai!

Related Posts with Thumbnails
Se gostou compartilhe!

Postagem feita no dia 17 de setembro de 2010 às 14:08 e arquivada na(s) categoria(s) poker. Você pode acompanhar os comentários usando RSS 2.0 .
Você pode deixar um comentário ou um trackback do seu site/blog.



2 Comentários ;) para “Afinal de contas, é legal esse tal de poker?”

  1. Nina on setembro 17th, 2010 at 16:32

    Meu professor! :)
    Lindo seu post Rafa, não tem o que comentar!!
    :**

  2. Rafael R on setembro 17th, 2010 at 17:09

    Afinal de contas, é legal esse tal de poker? http://goo.gl/fb/MnSrb

Algo a dizer?

1. Diga o que quiser, você é totalmente responsável pelos seus comentários;
2. Não ofenda as pessoas, não use palavras de baixo calão;
3. Não seja desagradável;
4. Tenha em mente que o conteúdo desse blog é humorístico e/ou irreal;
5. Assim que sair, dê um sorriso;