Archive for julho, 2010

Que a quadrilha do PT não costuma agir certo a gente já sabe. Mas legal mesmo é quando conseguem obter provas dos supostos crimes e denúncias, porque ai não tem pra onde correr. Como o caso do vídeo abaixo, um flagra.

E ai, Sérgio Cabral, como fica? Pro Lula nem adianta perguntar, o cara não deve saber de nada, né?
De repente, o cara mais indicado pra comentar isso seja o @gravz, então aguardemos pra ver se ele curte o lance ou acha estranho, bizarro e sem fundamento.

Amigos, os comentários ficam por conta de vocês.

Em mais uma atitude completamente oportunista e barata, estou tentando fixar uma nova palavra-chave nos buscadores amigos, em especial o Google. Isso pode soar como um daqueles eternos testes que venho realizando através dos tempos, para saber como as pessoas se comportam ao serem atraidas para um weblogue nos dias atuais. Pessos que procuram os videos da internet que estão bombando mostram-me que não é difícil pra mim montar um nem tão habilidoso jogo de palavras para efetivar minhas teorias.

Vamos ao vídeo mais visto da internet essa semana, ou talvez nem tanto.

Note que no video da hora ou até mesmo no video legal ai em cima, o nome da música é Buenos Dias, do Xibalba. Um clássico. E uma brincadeira evidente.

Abaixo, prosseguimos com os videos muito loucos que você quer ver agora.

Notou algo mais curioso? Esse vídeo engraçado (embora os dois não sejam videos engraçados) é da música Xiao. Já viu onde quero chegar, certo?

Na semana que vem, os melhores videos da internet estarão aqui novamente.

Alegria, alegria

Posted on julho 9th, 2010 by Rafael R

Hoje é sexta-feira, dia de tomar um Cynar e fumar um João XV. E pra celebrar essa vibe honesta, vibe sincera, vibe gostosa, nada melhor que uma leitura de qualidade enquanto você aprecia as possibilidades que a vida lhe trará nesse final de semana. É a deixa para algumas Palavras de Osho.

– – –

Quando o amor é possessivo, ele se torna exclusivo. Então “esta mulher é minha, e exclusivamente minha” – e então ela não pode rir com mais ninguém, não pode ficar de mãos dadas com mais ninguém, e então não pode mais olhar nos olhos de mais ninguém.

Que coisa sem sentido! Por quê? Quem sou eu para possuir? E como o amor pode ser possessivo?

O amor é sempre inclusivo, nunca pode ser exclusivo. Se eu amo uma mulher, vou amar vê-la feliz de mil e uma maneiras, com mil e uma pessoas. Gostaria que ela fosse feliz. Essa será minha alegria.

Se ela estiver feliz dançando com outra pessoa, eu não deveria ficar com ciúmes — eu a amo, como posso sentir ciúmes? Deveria estar satisfeito por ela estar feliz. Mas quando diz que ela é sua esposa, então não pode permitir isso. Começa a controlá-la. E ela começa a paralisar você como vingança. Vocês dois se tornam destrutivos um para o outro.

O amor é a maior energia criativa, mas até agora tem sido um azar, o maior azar. As pessoas não tem sido mortas por causa do ódio: as pessoas têm sido mortas por causa do amor. A vida ficou tão amarga, não por causa da raiva: ficou tão amarga por causa do amor.

Você briga pelo amor de um homem ou de uma mulher, você briga pelo amor de sua família ou de seu grupo. Você briga pelo amor à sua ideologia ou religião; você briga pelo amor à nação de sua mãe ou de seu pai, à sua pátria, à sua terra natal.

Você continua brigando por causa de seu amor! Todos os assassinatos, todas as matanças — todos os tipos de sofrimento existem por causa do seu tão famoso amor.

Alguma coisa está nitidamente errada com seu amor — seu amor é um amor de fixação, não é algo leve. É sério, é exclusivo, é possessivo. É repleto de estupidez. Uma pessoa deveria ser capaz de ver tudo isso — e, ao ver, você começa a relaxar.

Você vê razão nisso e começa a relaxar, e uma nova consciência surge em você.

Osho, em “Viva ao Máximo!”

– – –

Sem gif, sem música. Só reflita comigo acerca de relacionamentos e confira na sequência a dica de um blog que fala desde namoro a distância até crises onde o namorado vê filme porno e descubra o lado amor da sua vida.

Bruna Caram – Feriado Pessoal

Posted on julho 5th, 2010 by Rafael R

Hoje enfim eu dei o fora
(Bem na hora)
Arranquei a amarra
Vou cair na farra
Tchau!
Hoje não tem fria
Não tem freio, não tem fila
Não tem fardo –
É feriado pessoal
Hoje eu dei no pé
Te dei um pé
Só peço um doce vento
E pra você, um pouco mais de sal
Hoje o sol declara o fim da guerra
E não vou dar o troco:
Tu foi muito pouco
Pra eu ficar fazendo carnaval
Hoje o mundo gira
Eu viro a mesa
O tempo passa
Ficar contigo deu despesa
Te deixar vai ser de graça
Hoje o mundo gira
Que beleza: a gente passa!
Ficar contigo deu despesa
Te deixar vai ser de graça
Hoje o mundo gira
Que beleza: a gente passa!
Ficar contigo deu despesa
E além de chato já perdeu a graça
Te deixar vai ser de graça
E se quiser saber se eu fico bem assim,
Confie em mim:
É impossível ser melhor
Muito ajuda quem não atrapalha
Em qualquer canto tem outro canalha
Eu não fico só (4x)

Stop motion, letra reflexiva, mensagem boa. Quem curtir, da retweet ai.

Dança do Coelhinho

Posted on julho 3rd, 2010 by Rafael R

Não me perguntem porque, mas eu tava ouvindo essa música no youtube hoje e resolvi compartilhar.
Não me julguem!

De olhos vermelhos
De pêlo branquinho
De orelhas bem grandes
Eu sou coelhinho
Sou muito assustado
Porém sou guloso
Por uma cenoura
já fico manhoso
Eu pulo pra frente
Eu pulo pra trás
Dou mil cambalhotas
Sou forte demais
Comi a cenoura
Com casca e tudo
Tão grande ela era
Fiquei barrigudo

Voltaremos ao normal no próximo post.