Archive for fevereiro, 2009

Você venderia sua opinião?

Posted on fevereiro 20th, 2009 by Rafael R

Hoje em dias, as conversas ao redor de publieditorial se resumem a:

1. Eu faço pois preciso pagar minhas contas;
2. Eu faço e se precisar até jogo confete em quem mostrar a grana;
3. Eu faço apenas daquilo que acredito e não vejo problema algum, mas identifico como tal;
4. Sou xiita, publieditorial é coisa do demo; 

Pra deixar evidente para qualquer pessoa qual lado eu sigo da questão, elaborei um pequeno gráfico que deverá ser usado pelos analistas de Social Media para quaisquer fins. De bate-pronto, já posso dizer que faria se a coisa entrasse no item 3, sem problemas. E em alguns casos, faria até sem receber um tostão sequer, por acreditar. Minha opinião, felizmente, não está a venda.

Você venderia sua opinião?

Sim ou não!

Grato.

Ps: Links patrocinados entram nessa discussão?

Pillow Figth San Francisco
Foto: Kapshure

Tem coisas que ficam melhor explicadas quando mostramos na íntegra. Uma delas é, sem dúvidas, a San Francisco Pillow Fight. Anualmente, no dia dos namorados, uma galera se reune com travesseiros em mãos para a (imagino eu) maior guerra de travesseiros do mundo. São cerca de 5000 pessoas guerreando por motivos que até eles próprios desconhecem, presumo. O vídeo abaixo mostra maiores detalhes e faz o que se espera de um vídeo desses: Coloca uma trilha sonora envolvente. Veja como foi.

Talvez um dia tenhamos algo parecido no Bras… é, pensando bem, os Brasileiros ainda não estão preparados para algo tão pacífico, doentil e insano como uma mega pillow fight. Mas fica o meu desejo de qualquer dia desses participar de uma dessas lá nos EUA. 

Pillow Fight San Francisco
Foto: Maximum Mitch

* Dica do Karlisson (via twitter)

Lorem Ipsum dolor sit amet

Posted on fevereiro 18th, 2009 by Rafael R

Lorem IpsumLorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus id pede. Sed dictum dui vitae nibh. In hac habitasse platea dictumst. Nunc facilisis, tortor sed adipiscing faucibus, diam magna dignissim magna, eget porttitor lacus nisl ac mi. Quisque dolor justo, ultrices vitae, fermentum quis, scelerisque sed, est. Curabitur laoreet lectus nec quam. Ut odio massa, sodales at, cursus id, dapibus a, turpis. Cras nec ipsum. Vestibulum velit felis, dignissim quis, lobortis sit amet, facilisis non, orci. Quisque aliquam luctus lacus. Curabitur rutrum pellentesque leo. Suspendisse faucibus dapibus metus. Cras risus neque, pretium a, consectetur interdum, pretium a, pede. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae; Nunc eu enim. Cras id risus. Nulla laoreet dui nec libero. Mauris rutrum gravida neque. Maecenas ornare porta dolor. Maecenas at ligula eu dolor volutpat placerat. Suspendisse malesuada blandit ante. Maecenas blandit. Sed vehicula luctus sapien. Vivamus nulla tellus, congue sagittis, molestie in, consequat eu, dui. Integer turpis. Nullam nulla justo, aliquet eu, congue ac, dignissim quis, ante. Duis at sapien eget eros lacinia molestie. Fusce lectus. Aliquam pellentesque, est id semper sollicitudin, enim tortor porttitor magna, eu sollicitudin leo nisi vitae augue. In hac habitasse platea dictumst. Curabitur commodo purus sed massa euismod tristique. Cras sed orci. Nullam imperdiet gravida neque. Aliquam tincidunt, turpis a posuere tristique, elit est consequat ipsum, vitae lacinia velit magna vel pede. Nullam lacinia tristique metus. Duis fringilla magna eget mauris. Aliquam tempus dui ut sem. Morbi luctus, nibh at semper elementum, dui odio tincidunt leo, ut imperdiet augue tortor eget turpis. Sed at tortor eu felis molestie auctor. Sed eu sem. Sed placerat neque sed arcu.

A história do Lorem Ipsum é bonita e rica. Datada de 45DC, é um clássico da literatura latim. Por azar, eu não sei ler latim e não faço idéia do que signifique, mas é bonito de ler mesmo sem entender nada. O que sei é que designers adoram e o usam sem medo de errar em diversos testes. Enfim, em breve farei um post bonito sobre isso. De momento, só espero usurpar de sites que contem a história do Lorem Ipsum algumas visitas. É um teste, digamos.

Fotos das Cheerleaders do Paulistão 2009

Posted on fevereiro 11th, 2009 by Rafael R

Tive acesso a uma compilação de fotos das cheerleaders do Paulistão 2009 e confesso que me surpreendi um pouco. Quem tiver com um tempo sobrando, pode fazer uma análise mais séria sobre as garotas e opinar a respeito, garanto que valerá a pena. Pra incentivar, preciso dividir o esquema em dois.

1. Algumas das  fotos:

Veja as cheerleaders do Corinthians

cheerleaders do corinthians

Veja as cheerleaders do Guaratingueta

Cheerleaders Guaratingueta

Veja as cheerleaders os cheerleaders do São Paulo

Cheerleaders do São Paulo

2. O restante das fotos podem ser vistas diretamente aqui. Grato.

Pior é que lembrei de alguém ter dito algo / postado algo dizendo que o São Paulo não queria AS CHEERLEADERS mais nos jogos deles, e somente agora entendi porque. Gosto não se discute, certo?

Top 5 – Psy pra ouvir jogando poker

Posted on fevereiro 11th, 2009 by Rafael R

Psy pra ouvir jogando poker

Faz tempo que eu não falo de música aqui, então ta na hora de um top 5. Ultimamente, quem me acompanha via twitter já sabe, eu tenho jogado poker freneticamente. Considero que estou numa frase de aprendizado, pois ainda não sou nenhum Daniel Negreanu Brasileiro. Porém, nesse meio tempo descobri que tem jogadas que você precisa fazer ouvindo música, definitivamente. Até porque, no poker de nível, no Texas Hold’em, você não vai em todas as mãos que recebe cartas, você precisa escolher algumas boas mãos apenas para apostar suas fichas. Nesses intervalos, que as vezes duram minutos, você precisa dar um jeito de não surtar, e nada melhor que isso do que boa música. Como fã de música eletrônica, não poderia escolher outro tipo se não psytrance e electro house. Juntando isso a minha busca constante e incansável de novas músicas no youtube, e temos material pra mais um post da série Top 5. Sem mais delongas, vamos aos indicados:

Shift – Toxic Waste

Tem uma pegada mais dark, mais acelerada, é boa pra momentos decisivos. Se você ta avançado no torneio ou precisa de um gás, sem dúvidas é a track recomendada.

Dragon – Kauai

Essa precisa ser tocada um pouco antes dos momentos decisivos, se seu ritmo de raciocínio não aumentar, recomendo fortemente que procure um médico.

Terminator – Doors

Mais uma da boa safra, recomendo no começo do jogo. Apesar de ser acelerada, tem efeitos que farão com que você se concentre na jogatina. Nada de tocar essa track pra contar com a sorte, apenas quem faz a melhor jogada vai se beneficiar com ela.

Mental Broadcast – Trance Is Here To Stay (feat 28)

Se o ‘trance está aqui para ficar’, você esta aqui para jogar. Quando o torneio chega no meio, é preciso tentar relaxar a mente por 1 ou 2 minutos entre as mãos, para evitar gafes e confusões.

Sabretooth – Power Trip

Ta achando que só vem bad beat? Num ta entrando mais carta? Essa música vai por seu humor pra cima, pra fazer seu jogo voltar a render. Use em momentos de baixa alto-estima durante o jogo, quantas vezes precisar.

Todas as músicas acima, propositalmente, tem ritmos mais acelerados que o esperado. Você precisa de atenção, concentração e energia e comigo ao menos isso só funciona quando o ritmo ta acelerado. As músicas podem ser usadas também, sem dúvida alguma, para corridas. Talvez funcionem bem para outros esportes que precisem de atenção e concentração, além da empolgação óbvia. E lembre-se sempre: O importante é se divertir! ;)