Archive for outubro, 2008

No twitter: “Também cai nas Travessuras de Hellowen!”

Posted on outubro 31st, 2008 by Rafael R

Vinicius K-max, o mito, a lenda. Twitter, o site de microblogging mais quente dos últimos tempos nessa semana. Halloween, uma festa tipicamente americana, conhecida pelo bordão “gostosuras ou travessuras”. Consegue achar um denominador comum entre as 3 frentes? Vamos ver então. 

travessuras no twitter
Mais resultados aqui.

“Mas que diabos estaria acontecendo com o twitter?”, você pode estar se perguntando. A resposta virá a seguir, assim que eu conseguir compilar todos os dados dessa empreitada.

justplay.info – 1 ano no ar em algumas constatações!

Posted on outubro 30th, 2008 by Rafael R

Esse blog nasceu sem grandes pretensões. Eu a princípio queria falar sobre qualquer atualidade que me chamasse a atenção, sem hesitar. Em 1 ano de vida, constatei diversas coisas sobre blogs e a blogsfera, algumas batendo a cara na parede, outras tendo plena convicção de primeira, e de tudo tirei um lado bom. Conheci uma porrada de gente bacana, ainda falta uma parcela de pessoas pra sentar e tomar uma catuaba, mas as coisas tem andado de certa forma. Pra não alongar muito o post, vamos a algumas constatações que considero importante citar aqui:
 

1 ano de blog
Foto: Merkley

1. Atrás de grandes blogs, existem grandes pessoas. Atrás de pessoas pseudo-estrelas, existem pessoas que lidam como podem com a grande atenção que recebem. Nunca julgar alguém sem antes sentar na mesa de um buteco e tomar 3 chopps.

2. Parceria é a maior ilusão que um blogueiro novo tem. Se você produzir conteúdo relevante, elas virão. De que adianta um link solto junto a outros 200 links apenas pra dizer “Olha, to linkado ali” e sem qualquer tipo de retorno?

3. Parcerias estratégicas, marotas e com inclusão de posts duplo (um faz e linka, outra faz e re-linka) é uma solução viável e produtiva. Invista no formato, sempre que achar necessário.

4. Polêmicas sempre existirão, faça parte de qualquer uma assim que a mesma surgir. É uma forma de estar em evidência, ou não. 

5. Pensarei em mais constatações depois, atualizando essa lista. Inclusive, essa é uma constatação: você pode fazer um update no seu post a qualquer momento, negando qualquer informação ou apenas acrescentando coisas novas.

1 ano de justplay.info – A verdadeira polêmica ainda esta por vir!

Isso chegou a mim por e-mail, do pessoal da minha rua. Por teoria, amigos offline são aqueles que não compartilham da mesma euforia que você para ler blogs, procurar pérolas no orkut ou caçar filminhos no youtube. No geral, são eles que lhe enviam aqueles 200 emails semanais com aquelas coisas que você via na internet em 1999 e você, por pura educação, apenas clica em excluir sem maiores delongas. E justamente por isso que eu fiquei bastante surpreso ao receber a pérola abaixo. 

Eu acheii que era uma minhoca!
po naum pode postar anonimo? ta la vai
eu tava numa balada, comprei um pouco de LSD, pra fica doidao, mas acabei nem usando, levei pra casa, falei pro meu amigo que ja usou que eu tinha comprado, ai ele falou pra eu usar no outro dia de manha, e quando nao tiver ninguem em casa, pra nao dar problema pra mim…

mas eu ja tava loko pra ver como q era o efeito acabei tomando no mesmo dia, de noite, e com meus pais em casa mesmo… nao devia ter feito isso, po eu tava no meu quarto ai comecei a ver umas coisas sinistras, o quarto tava respirando e eu vi uns negocio voando em mim, ai resolvi sair de casa, ai minha mae tava cochilando no sofa, ai ela nem viu eu saindo…

fiquei pirando muito na rua, dai 2 da manha e eu resolvi volta pra casaaaa… cheguei bem de fininho, mas eu tava mto lokao ja… quando eu cheguei minha mae tava no quarto dela assistindo tv, ai pra eu ir pro meu quarto eu tenho que passar pelo da minha mae no corredor, dai num dava ne, pq se ela me visse ia me chamar pra perguntar onde eu tava, e ela ia acabar deescobrindo… ai eu tive a ideia de tentar ir pro meu quarto rastejando pelo corredor pra ela nao me ver…

ai eu fui la, estilo vietna no corredor se arrastando, po comecei a ve umas barata vindo na minha direção mas eu nao tinha medo, continuei rastejando, ai eu tava indo bem, so q quando eu tava perto da porta do quarto da minha mae, acho que o nervosismo fez eu pirar mais ainda com o lsd, ai eu comecei a pensar “PO EU CONSIGO ANDAR COMO UMA MINHOCA, EU SOU UMA MINHOCA” po ai eu ja tava muito doidooooo ai eu botei os dois braços pra tras e comecei a rastejar como uma minhoca mesmo, minha mae ouviu o barulho e veio ver oq era, ai quando ela acendeu a luz do corredor, EU TAVA LA RASTEJANDO NO CORREDOR, ai quando eu vi ela eu gritei “OLHA MAE EU SOU UMA MINHOCA”, ela ficou assustada e resolveu me puxar, ai ela tava meio verde eu pensei q ela tinha virado o hulk e falei “AH VC TA VERDE” dei um socao nela, ela saiu do ap com medo e dormiu fora (nao sei onde), depois disso ela ligou pra todo mundo da familia e disse que queria me botar no psicologo e tudo mais pq eu tava ficando louco, ela pensa que eu to pirando, po eu nao sei como dizer pra ela q tava usando lsd, isso aconteceu faz pouco tempo.

Não me perguntem porque, mas quando li esse relato no Orkut achei seriamente que fosse um dos amigos do Gizmodo ali. Tem até um print screen, caso alguém queira investigar o caso. A verdade é que tenho pra mim que esse relato seja de algum blogueiro, então aguardo comentários confirmando a autoria dele ou deduzindo um possível culpado.

Protesto: We want beer!

Posted on outubro 29th, 2008 by Rafael R

Era uma quarta-feira ensolarada, o dia estava mais quente que os demais daquela semana. A ida até o centro naquele começo de tarde seria desgastante, mas era extremamente necessário ao jovem herói. Afinal de contas, ele precisava confabular com seus comparsas os próximos passos da manjada empreitada, em busca de audiência. A guerra fazia suas vitímas e, naquela tarde, faria mais uma. Galopando em seu alazão, nosso jovem sequer tomava conhecimento da distância e curtia uma leve brisa que cortava vinda do noroeste. E sem mais delongas, o jovem herói chega a seu destino. Comparsas sentados, discussão rolando, plano definido. Entre pestanejos e exclamações heroicas, nosso jovem troca olhares com a belíssima xerife. Loira, esbelta, misteriosa. Imóvel. Naquele flerte incontrolável, estaria aquilo que arruinaria sua vida para sempre. E numa manobra ousada, aproximou-se para uma inválida tentativa de aconchego. Sem hesitar, tomou-a em seus braços e realizou seu desejo, ali mesmo, na frente de todos. Mal sabia ele que ela era filha única, impossibilitando aos demais comparsas desfrutarem de tamanho sabor e refrescância. A cerveja do condado havia terminado naquela, que era a última garrafa de tal líquido tão precioso. E eles precisavam fazer algo. Assim, segue foto do local minutos depois do incidente narrado acima.

revolução da cerveja

Nascia ali a Primeira Revolução da Cerveja, liderada por Sir Doul Seven, nobre cavaleiro da Távola de Cariocas’ville. Em breve relatos dos árduos combates.

Afinal de contas, quem é o Dr. Pepper?

Posted on outubro 27th, 2008 by Rafael R

Quem seria o Dr Pepper?Uma coisa anda aflingindo membros por toda a blogsfera: Quem estaria por trás das tirinhas mais bizarras dos últimos tempos? Quem é o autor? Com quem ele se parece? Intrigado com essa questão, o Fábio P deu início a uma busca pela verdadeira identidade do rapaz. Afinal de contas, quem é o mito que fez o servidor da locaweb vir a baixo com mais de 1 milhão de visitas em apenas 3 meses? 

Junte-se a nós nesse abaixo assinado e mostre ao mundo e principalmente a ele que estamos sim interessados em saber qual a identidade por trás das tirinhas.

Alguns nobres já aderiram a campanha, ajude se quiser.

Fábio P. | ZeroOitocentos | Pato Trix | {d}efeitos especiais | Senhor Coxinha | JNCA | JustplayUmtudo |