Archive for junho, 2008

Top 5 – O melhor dos anos 90

Posted on junho 30th, 2008 by Rafael R

Numa estratégia ousada e polêmica, e dando continuação a série de Top 5 que vem assombrando esse blog nos últimos dias (vide Top 5 – Músicas para sua festa, Top 5 – Black Music que vira Electro House e Top 5 – Vídeos para uma conquista divertida) irei nesse momento enumerar um top 5 baseado no blog do amigo Yassuda. (Para quem ainda não conhece, corra – Nos 90). Sim, a fenomenal época em que sucessos como youtube e MSN Messenger eram apenas insinuações que viriam a se tornar realidade, fomos tomados por sucessos lembrados hoje com certo saudosismo. E olha que farei esse top 5 baseado no que lembrar nesse instante apenas, não procurarei referências ou outras listas pré-elaboradas. Contarei apenas com a minha falha memória para enumerar em 5 pontos porque os anos 90 poderiam ser considerados melhores que hoje.

Top 5 – O melhor dos anos 90, usando como parâmetro apenas memórias saudosistas

O ranking pode contar gafes relacionadas às posições, porém como é um post feito diretamente no admin do wordpress, sem prévia consulta, entendam e relevem o fato. Use como referência que os itens abaixo citados são todos de extrema importância, não importando a ordem que apareçam aqui.

5 – ICQ

ImageShack Sério, quem usou alguma vez o ICQ, lembra-se dele com saudade. Impossível não associar essa florzinha verde com uma pétala vermelha a momentos incríveis vividos no passado. O MSN Messenger e, aos poucos, o gtalk vêm ocupando o lugar desse pequeno comunicador instantâneo que, certamente, sempre irá despertar as saudades das pessoas. Diversas tentativas são realizadas hoje em dia em prol do retorno do uso da ferramenta, e infelizmente todas falham. Encaro hoje o ICQ como aquele primeiro amor que tivemos, que não terá retorno, mas que para sempre será lembrado por ser o pioneiro. A Mirabilis, uma empresa de Israel que vendeu o ICQ para a AOL, soube o que muitas outras tentaram e falharam incrivelmente. E por mais que eu tente encher linguiça aqui com palavras soltas, o que eu queria verdadeiramente era que ele voltasse a ativa, mesmo sabendo que não acontecerá. Mas quem sabe um dia, os amigos do MSN vão se tocar de uma das maiores funcionalidades do ICQ: Mesmo que você recebesse uma mensagem, ela só era considerada “Lida” se você efetivamente abrisse a janela da mensagem. Mesmo que o computador travasse, o ICQ travasse, o que fosse, a mensagem estaria ali, pronta para ser lida. O fato dele aparecer em primeiro aqui não é relacionado ao fato dele surgir apenas no final da década, porque afinal de contas ICQ é um clássico indiscutível.

4 – Dance Music

Não da pra imaginar, ao menos da forma que eu faço, os anos 90 sem o dance music. O fênomeno eletrônico me conquistou de cara. Talessa, Nick French, Whigfield, Intermission, Corona. E engraçado pensar que foi uma época que pra mim músicas não tinham rostos. Hoje em dia quando eu quero ouvir uma música, o primeiro lugar que eu vou é youtube. De cara, já descubro a cara do artista, se o clipe for oficial (ou até um extra-oficial com foto), quem é, de onde veio. Nos 90, o máximo que eu fazia era decorar o nome da música e do artista e ensaiar os famosos passinhos, febre nas domingueiras do Clube Acre, Espéria e tantos outros lugares onde comecei os passos rumo ao futuro. Isso, inclusive, merece um clássico aqui para ilustar.

Talessa – Did you ever really love me


Só de ouvir, quase saem lágrimas aqui.

3 – Mudanças políticas enormes

ImageShack Essa aqui eu quero deixar para que cada um lembre do que quiser. Falar de política publicamente é sempre algo que provoca reações diversas e nesse quesito cada um de nós sabe bem o que passou de bom e ruim, o que temos hoje de bom e ruim e o que os erros do passado nos fizeram aprender. Na realidade, os erros só fizeram com que alguns de nós aprendessem algo, vide resultados políticos de HOJE EM DIA, mas a esperança (infelizmente) é sempre aquela última que deixa nosso ser, então talvez uma hora dessas o povo realmente aprenda algo com isso. Plano Real, Caras Pintadas, FHC, reeleição. Bastante coisa pra pensar nesse tópico.

2 – Invasão definitiva de séries norte-americanas

ImageShack Falar dos anos 90 é impossível pra mim sem citar Friends, Seinfield e Beverly Hills 90210. Talvez me envergonhe um pouco agora o fato de assumir uma das 3 citadas, mas duas eu assisto até hoje e talvez demore um bom tempo pra deixar de assisti-las. Seinfield é GÊNIO! Em sua série, usa argumentos bastante próximos da realidade (ao menos da realidade norte-americana) e mostra aquelas coisas que realmente podem acontecer. Claro, tudo com um tom acima, talvez. O exagero das situações é evidente e provavelmente é isso que seja o ponto chave da coisa. E Friends dispensa apresentações. Só diria que foi ai que minha paixão platônica pela Jennifer Aniston começou e ainda não teve um final (feliz?), mas terá um dia. A chegada da TV a Cabo me possibilitou conhecer o começo do que hoje é conhecido como “loucura desenfreada”, onde fãs de Lost perdem os fios de cabelo esperando os epsódios pirateados estarem disponíveis instantes depois da exibição na TV dos Estados Unidos. Mas isso é assunto pra outro post.

Obviamente, a posição número 1 desse ranking merece mais atenção e calma. Então, você opina ai nos comentários (se quiser) e eu termino esse ranking em breve, baseado nas opiniões que receber aqui. Agora é com vocês, usem suas lembranças e organize argumentos coerentes. :)

Bunda: Paixão Nacional?

Posted on junho 26th, 2008 by Rafael R

Hoje pela manhã um amigo surgiu no MSN com uma questão. Queria montar um blog para divagar sobre aquelas cenas do cotidiano, que vemos no nosso dia-a-dia no caminho para o trabalho, no intervalo da hora do almoço, etc. Como eu estou no momento vida boa sem emprego fixo, não tenho ido muito ao centro de Sampa diariamente. Pra resumir, decidi abrir uma categoria aqui pra ele postar sem compromisso, quando tiver com vontade, o que vier na telha. Aos que não conhecem, ele é o Diego Fávero, é designer e programador da Aberje e meu amigo de longa data, ou seja, já tomamos muita cerveja juntos. Como ele não se apresentou em seu primeiro post, vocês podem continuar na dúvida (ou perguntar algo a ele, diretamente).

Nota: Ironicamente, isso contraria um post do Cardoso de hoje. Divido da mesma opinião dele, mas abri a excessão pra um companheiro de buteco, então entendo que seja um comportamento diferente do citado por ele no post.

Bunda: paixão nacional?

Dizem que a paixão nacional é a bunda. Nunca concordei muito com isso, mas quando você se pega observando-as em cenas urbanas, a natureza começa a agir. Não há no mundo lei que possa condenar o olhar, sendo assim, por que não apreciar? As mulheres sempre vão “martelar” e julgar todos nós homens, pela ação “automática” dada pela natureza, onde basta uma mulher passar por nós para que o pescoço quebre para trás e consigamos dar uma “olhadinha” na bunda. Daí pra frente a avaliação é solitária caso você esteja acompanhado, ou ela será compartilhada entre os amigos que estão com você. É um gerador de assunto. No mínimo 10 minutos de conversa jogado fora, é “perdidos” com os comentários.

Quem nunca olhou que atire a primeira pedra.

Seja na rua, no shopping, na faculdade ou academia … sempre o homem está com olhares de radar atrás de um “rabo de saia”. Ah, e por falar em saia, não posso deixar de comentar o tipo de traje preferido pelos homens: calça branca, saia curta, calça apertada ou sem nada! Vale a dica para as mulheres, que parecem que sabem disso ao escolherem como vão sair para a rua. Coincidência ou não, a galera aplaude.

Agora me pergunto: o que eu ganho com isso?
Nada, seria a resposta mais coerente, porém, todo homem eleva seu ego, sorri e segue a vida feliz. Sem ao menos tocar, mas só o olhar já valeu por uma gozada.

Friends for Sale: Acabe com sua produtividade agora!

Posted on junho 26th, 2008 by Rafael R


Entenda o que, porque, quando e onde!

Não sei bem como começou a onda, mas explicarei de maneira simples, rápida e de uma forma que não deixe dúvidas sobre essa nova onde dentro do facebook.

O que é: Friends for Sale, um aplicativo usado no facebook, permite que você compre “pessoas” como se fossem animais de estimação, segundo os próprios desenvolvedores. Com as transações, você vai acumulando mais dinheirinho virtual e pode comprar mais coleguinhas.

Pra que serve: Para acabar com a sua produtividade, basicamente. Diferente de aplicativos como o Music Player ou Feed Friend RSS, esse não tem nenhum intuito a não ser a interação entre as pessoas. Encare como um grande aplicativo para networking ou similar. Inclusive, se você achar outra utilidade para ele, faça o favor de nos informar.

Como conseguir mais grana: Nas transações, com o aumento dos preços de seus coleguinhas, você acaba obtendo algum lucro. Se convidar seus coleguinhas que ainda não tem o aplicativo instalado, idem. E tem até umas outras formas listadas na página do aplicativo, faça a lição de casa e deixa de ser preguiçoso.

Um estranho/a te comprou: Sinta-se honrado, já que seu valor tende a subir conforme você for sendo comprado por pessoas. Se é alguém estranho, melhor ainda, já que é um sinal que você chamou a atenção de alguém que sequer conhece. Use a chance para conhece-lo melhor ou simplesmente espere alguém conhecido te comprar.

Junte muito dinheiro e ganhe… nada: O sucesso repentino da aplicação infelizmente não contempla de forma alguma quem a usa. Ou seja, você pode ter muito dinheiro virtual e isso não vai mudar absolutamente nada em sua vida offline. Talvez algum corretor da bolsa de valores e/ou o setor de compras de alguma empresa preste atenção no seu sucesso, mas não conte com isso.


Não há como discordar: fiz um belíssimo investimento :P

Mime bastante seus pets: Existe a possibilidade de você dar alguns presentinhos pros seus animaizinhos de estimação. Flores, chocolates, óculos, etc etc. Serve pra mostrar o quão querido são seus coleguinhas, já que você precisa gastar parte de seus investimentos para mima-los.

Meu pet tirou o aplicativo da conta dele: Aqui temos o famoso PP (Perdeu, prayboy!). Do contrário, seria fácil criar um monte de fakes apenas para arrumar muito dinheirinho virtual. Se algum dos seus coleguinhas tirar a aplicação, você perde o dinheiro investido. Adequado para quando algum desafeto o comprar, e você quiser deixar uma dica no ar. Ou não!

Vídeos na descrição: Acho que a intenção era fazer um vídeo institucional, promovendo a sua própria venda. Mas Brasileiro adora inovar e já vi gente colocando vídeos de diversos motivos, inclusive homenagem do Corinthians à sua torcida. :P

Corinthians
Veja o vídeo aqui.

Pessoas que brincam disso: No momento, 21.682 pessoas têm o aplicativo instalado. Ou seja, pra ir enturmando com o pessoal que você lê/ouve falar e conhecer mais uma renca de pessoas dispostas a perder o emprego por estarem brincando em hora de serviço. Acompanhe as tags #friendsforsale e #friends4sale no twitter que você vai perceber quantos dos blogueiros estão se divertindo com isso atualmente.

E a dúvida fatal: Porque diabos você pode/deve confiar em mim, quando eu falo com tanta propriedade sobre esse aplicativo? Simples, eu já tive no meu pequeno cartel as três blogueiras da playboy. É ou não é um investimento de peso? :P

Inclusão Digital: A arte de cometer gafes!

Posted on junho 25th, 2008 by Rafael R

Queen
Fonte: Grandes Tolices do Orkut

Sabe quando você pensa sempre em um assunto, mas nunca conseguiu reunir palavras o suficiente pra render um post inteiro? Fizeram isso por mim e eu to até agora analisando os resultados. Tudo devidamente explicado no post do Marcus, que você pode ver aqui.

Afinal, quem mais ousaria incluir a Mulher Melancia num discurso inflamado sobre inclusão digital? E o pior (ou melhor) é que ele ta correto em suas observações. Façam a leitura lá primeiro e depois voltem aqui, eu espero.
.
.
.
.
.
E deixo a pergunta aqui: aonde o Brasil vai parar? Com leis que favorecem a corrupção dos policias (vide nova lei que proíbe o consumo de bebida alcólica para quem estiver dirigindo), pouco ou nenhum esforço político para que as coisas mudem a curto ou longo prazo, pessoas pouco se importando com o próximo. É triste ver uma nação a mercê de interesses particulares.

Curtam o momento de alegria proporcionado ai e depois pensem em algo. Eu farei isso agora!

Update: Imagina então que os nobres querem desligar a rede de SMS no país? Cara, cada dia uma piada-pronta nova. Viva o Brasil! E o pior é que isso pode mesmo acontecer. Desanima qualquer fiel.

Top 5 – Músicas | Black Music que virou Electro House

Posted on junho 19th, 2008 by Rafael R

.
.
.
Caso o que você esteja procurando seja electro house, clique aqui.
.
.
.
.

Dizem por ai que a Black Music vem perdendo espaço aqui no Brasil, a cada dia, para vertentes eletrônicas variadas do house. O Electro House, principalmente. O que isso quer dizer, exatamente? Que você precisa se atualizar para continuar aquela conquistada, citada num outro post daqui falando sobre músicas para sua festa. E numa estratégica audaciosa, visando sempre a melhor qualidade da vida nerd que habita esse blog, surge um novo top 5 aqui. Como daquela vez privilegiamos especialmente o Electro House, mesmo sabendo que o risco de seu alvo não ser fã de música eletrônica, dessa vez faremos com que seu algo prepare-se para uma transição maior. Obviamente que, se o alvo em questão for fã de micareta, você deve procurar um outro blog para resolver o problema. Lhe daremos argumentos para que fãs de Black Music tornem-se novos fãs de Electro-house. Dai, pra ir para uma rave e curtir com todo o pique que tiver, serão apenas mais alguns passos.

A justplay, inc orgulhosamente apresenta:

Top 5Músicas que nasceram como black music e nas mãos dos DJs mais renomados do mundo viraram belos hits de Electro

Talvez por pura preguiça ou por falta de critérios, esse top 5 não respeita o próprio nome e aparece como uma lista de 5 hits dançantes apenas. Caso queira, você poderá reordena-lo como quiser e achar melhor, eu apenas apresento aqui as músicas que farão com que você se dê BEM na conquista.

Timbaland – The way I are (Zya & Badal Electro rmx)

Dificilmente seu alvo não irá reconhecer essa música. Sucesso em alguns clubes, guetos e festas duvidosas, Timbaland vem conquistando o mundo com suas músicas. Obviamente, arrebatará alguns fãs desavisados que não souberem que essa versão foi remixada por Zya & Badal. Obviamente, essa informação é totalmente irrelevante.

Rihanna – Umbrella

Ela se arriscou recentemente com um hit dançante, Don’t stop the music. Mas esse remix deixa claro o potencial dançante com o vocal da Rihanna, e fará certamente com que seu alvo sinta-se mais a vontade com a iniciação ao Electro.

Nelly Furtado – Say it right (Dj Romeo electro rmx)

Se você conhece Black Music, dispensa apresentações. Se não conhece, não notará a diferença de que ela talvez cante outro ritmo e eu tenha me preciptado na escolha, então ficamos assim. O interessante aqui é ver que o hit Say it right é interessante no ponto de vista da conquista. Melodia fácil, música (quase) famosa. Sucesso nato!

Black Eyed Peas – My Humps (DJ B Noise Electro rmx)

Vou me abster a comentar somente sobre a versão electro, aqui. Provavelmente você já a ouviu, se frequenta algum clube da vila olimpia ou festas no estado do Acre. É dançante, tem potencial, a música é batida mas o remix é bem caprichado.

Kanye West – Stronger (districtDigital electro rmx)

Independente da ordem que você tenha escolhido para exibição dos vídeos anteriores, essa música tem que ficar em primeiro lugar. Das 5, é a que tem a melhor execução, na minha opinião. Levando em conta que não sou especialista porra nenhuma e que conheço apenas o lado de quem curte ouvir as músicas, eu recomendo isso pra finalizar. Confie em mim!

Em breve, novos top 5 pra galera. Aliás, é um dos posts com mais visitas ultimamente. A carência do pessoal em saber das novidades será suprida nesse espaço, me comprometo a isso. ;)